Sobre o Relatório

O Relatório 2017 da Fibria apresenta os resultados, as realizações e práticas da empresa ao longo do ano. Já a partir das mensagens da liderança, um destaque significativo é dado à visão estratégica da companhia diante do duplo desafio das mudanças climáticas e da construção de um novo paradigma de desenvolvimento sustentável baseado numa economia de baixo carbono.

Este Relatório integra informações financeiras e socioambientais segundo as normas da Global Reporting Initiative (GRI), opção Abrangente (clique aqui para o Sumário de Conteúdo GRI), e do International Integrated Reporting Council (IIRC).

Materialidade

O Processo de Materialidade, realizado em 2016, envolveu a análise de documentos da empresa, a consulta a estudos setoriais e a realização de benchmarking de pares e clientes da Fibria. Também foram realizadas entrevistas com a alta direção da companhia e com diferentes grupos de stakeholders. Além disso, houve a realização de um painel de especialistas da sociedade e uma pesquisa on-line com stakeholders internos e externos da companhia. Todo esse trabalho resultou em um conjunto de 13 temas materiais, relacionados na sequência e mostrados também na matriz presente na Central de Indicadores. Ao lado das Metas de Longo Prazo estabelecidas pela Fibria, dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e dos pilares estratégicos da companhia, os temas materiais norteiam a narrativa deste Relatório.

A edição digital é o principal suporte do Relatório 2017 da Fibria e sua versão mais completa. Além dela, uma versão condensada em formato PDF sintetiza o documento completo, e uma Central de Indicadores reúne números e gráficos que mostram os principais índices de desempenho da companhia. A Central de Indicadores informa ainda sobre as conexões entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas e os indicadores recolhidos no Relatório.

Pela primeira vez, o processo de desenvolvimento desta publicação levou em conta as diretrizes do relatório da Task Force on Climate-related Financial Disclosures (TCFD), uma iniciativa empresarial criada pelo Conselho de Estabilidade Financeira (FSB).

O documento faz recomendações sobre a divulgação de riscos financeiros ao clima. Buscamos incorporar essas diretrizes em nosso relato.

Além disso, uma Comissão Editorial, formada por representantes de diversas áreas da empresa, é responsável pela definição e pelo aprimoramento dos temas aqui abordados. Um dos principais objetivos desse grupo na construção do Relatório 2017 foi trazer mais equilíbrio entre os aspectos positivos e negativos dos assuntos tratados. A Comissão também definiu tópicos que foram explorados com mais foco neste material. São eles: mudanças climáticas, água, resíduos, relacionamento com as comunidades e gestão florestal.

Neste Relatório, também divulgamos três publicações como anexos:

O conteúdo e os limites deste Relatório foram auditados pela Bureau Veritas Certification, empresa contratada pela Fibria para conduzir uma verificação independente do relatório. Veja aqui a carta da auditoria.

Mais informações sobre a companhia também podem ser acessadas em nosso website corporativo (www.fibria.com.br) e em nosso website de Relações com Investidores (www.fibria.com.br/ri)

Para fatos subsequentes ao ano de 2017, consulte o link: Acordo entre acionistas Fibria e Suzano