Nossos Relacionamentos

Relacionamento com o Fornecedor

Para traduzir à cadeia de fornecimento, numa estratégia de longo prazo, os princípios mais amplos de sustentabilidade que norteiam a companhia, a Fibria lançou, em 2017, o Programa Suprimentos Sustentáveis. O objetivo é chegar em 2020 com uma área de Suprimentos reconhecida pelo mercado e por nossos públicos de interesse como inovadora e indutora de valor econômico, social e ambiental.

Fazer uma gestão de Suprimentos plenamente sustentável, para a Fibria, além dos benefícios diretos para a sociedade, significa também um caminho para reduzir externalidades negativas e custos causados por nossas operações. Só é possível trilhar esse caminho acompanhado de fornecedores capacitados e integrados numa rede de valor que privilegie a sustentabilidade.

Por isso, uma das características do Programa é não se limitar ao olhar de dentro da companhia. Para desenhá-lo, em parceria com a área de Sustentabilidade, convidamos representantes de 11 fornecedores da Fibria, escolhidos de acordo com critérios socioambientais, sua relevância estratégica para o negócio, entre outros requisitos. Eles participaram de todo o processo e juntos construímos o que seria um modelo futuro para a área, além de definirmos as ações necessárias para sua implantação.

Para conhecer os indicadores relacionados aos fornecedores clique aqui e vá até a Central de Indicadores.

Dentre os Top 20 fornecedores da Fibria, considerando-se o volume de negócios, cerca de 80% deles têm histórico de relacionamento com a companhia superior a 20 anos.

Programa Suprimentos Sustentáveis

Em 2017, a principal ação do programa foi pactuar com nossos fornecedores o que chamamos de Manual de Relacionamento. Com ele, vamos além do escopo do código de conduta já adotado pela empresa. O Manual de Relacionamento Fibria e Fornecedores, lançado no segundo semestre do ano passado, expressa o posicionamento da Fibria em relação à cadeia de suprimentos, buscando não só alinhar práticas, mas também identificar as oportunidades para evoluir e tornar essa relação mais sustentável (leia mais sobre o Manual aqui).

Compromissos de mão dupla

O Manual de Relacionamento Fibria e Fornecedores parte da crença de que todo um conjunto de boas práticas nesse campo — tais como desenvolver fornecedores, assegurar a transparência nas ações, consolidar valores e fomentar iniciativas conjuntas —, representa, em última análise, uma estratégia de negócios mobilizada pela companhia para pôr em prática seu compromisso de buscar gerar riqueza compartilhada com a sociedade.

A construção conjunta do documento faz com que ele tenha mão dupla: num sentido, explicita as expectativas da Fibria sobre o funcionamento e as operações de seus parceiros — que devem respeitar a legislação local, aderir sempre que possível às melhores práticas de mercado e trabalhar para engajar neles as próprias cadeias. Na outra mão, o Manual também acolhe as expectativas dos parceiros em relação à Fibria, trazidas pelo grupo de 11 fornecedores que participaram de sua elaboração.

O Manual consta de cinco capítulos, que versam sobre Integridade nas Relações Comerciais, Relações Trabalhistas Dignas, Proteção Ambiental, Direitos Humanos e Envolvimento Social e Sistemas de Gestão Plenos. Depois de lançado e distribuído, a Fibria fez um trabalho de engajamento interno e externo dos fornecedores, seguido por um processo de auditoria in loco em fornecedores para identificar pontos de melhoria — tanto no fornecedor quanto na própria companhia.

Uma pesquisa realizada no final de 2017 percebeu evolução em alguns dos tópicos abordados pelo Manual nesse meio ano inicial de aplicação, tanto na comunicação da estratégia da Fibria quanto com os fornecedores durante a negociação.

Pela iniciativa de tornar a gestão de suprimentos mais sustentável, a Fibria recebeu, em 2017, o Prêmio ECO da Amcham Brasil, atribuído ao case de Sustentabilidade na Cadeia de Suprimentos, no qual o Programa Suprimentos Sustentáveis tem papel de protagonismo. Outros exemplos tratados no mesmo case são os programas de desenvolvimento de fornecedores Prodfor, no Espírito Santo, e PQF, no Mato Grosso do Sul, e o Grupo de Trabalho Sustentabilidade & Compliance criado para o projeto Horizonte 2, também no Mato Grosso do Sul.

GT Sustentabilidade & Compliance em Três Lagoas

A Fibria introduziu, por iniciativa própria, um novo elemento na metodologia de Análise Crítica de Projeto (ACP), utilizada para monitorar o andamento do projeto Horizonte 2, que se refere à construção da nova linha de produção de celulose em Três Lagoas (MS). O Grupo de Trabalho de Sustentabilidade & Compliance foi formado por 80 fornecedores e representantes da Fibria para tomar conta desses dois temas no dia a dia do projeto e nas reuniões trimestrais de Análise Crítica.

O Grupo de Trabalho dedicou-se a mapear riscos em três grandes áreas — Riscos Sociais, que abrangem a mão de obra, riscos na operação e impactos em comunidades; Riscos Ambientais, entre eles a disposição de resíduos, a biodiversidade, energia, emissões e água; e Riscos de Compliance, como aqueles de imagem e reputação, de regulamentação, integridade e leis anticorrupção.

Mapeados os riscos, o GT traçou planos de ação capazes de mitigá-los e seguiu acompanhando a evolução dos resultados de forma integrada com as atividades de Análise Crítica de Projeto. Ao final da construção da nova fábrica e com sua entrada em operação, a obra não recebeu nenhuma multa ambiental e nenhuma interdição por denúncia de trabalho infantil, escravo ou análogo — isso, num projeto que mobilizou 40 mil pessoas, e que teve, no pico da obra, cerca de 8.700 trabalhadores em atividade ao mesmo tempo no canteiro de Três Lagoas.

Alexsandra Oliveira Barbosa, técnica de Análise de Laboratório I, em Três Lagoas (MS)
Foto: Marcio Schimming

e-PROC Fibria

A Fibria implantou, em setembro de 2017, um portal de transação comercial com fornecedores em nuvem batizado de e-Proc Fibria. Por meio do módulo de cotações da plataforma, o fornecedor, antes de optar por participar de uma cotação específica, deve informar se concorda com os Termos & Condições gerais que expressam o posicionamento da Fibria a práticas de fornecimento sustentável. Além disso, a companhia passa a receber eletronicamente as propostas comerciais de seus fornecedores as quais podem ser acessadas apenas ao final de cada processo.

Por esses aspectos, a adoção da nova plataforma representa um avanço em termos de compliance, incrementando a transparência e a segurança do processo, além da praticidade que traz às transações entre a Fibria e seus fornecedores. A evolução do sistema de compras reforça a estratégia e o programa de Suprimentos Sustentáveis.

Tecnologia da Informação

No domínio da Tecnologia da Informação (TI) aplicada aos processos da Fibria, a empresa iniciou em 2017, por demanda do Conselho de Administração, um estudo sobre as ameaças à segurança cibernética de seus sistemas e a preparação contra eventuais ataques. Outra demanda em andamento diz respeito à adoção de inovações em TI. Atenção especial está sendo dada ao desenvolvimento de critérios que garantam a adoção da tecnologia mais atualizada e, ao mesmo tempo, melhor conectada às necessidades dos negócios da companhia.

Resultados de Outros Programas

A Fibria mantém outros programas para ampliar e melhorar a relação com seus fornecedores. Confira os resultados de 2017.

  • Prodfor (Programa de Desenvolvimento de Fornecedores): por meio desse programa, existente na Fibria em Aracruz (ES) há mais de 10 anos, 650 empresas foram certificadas e criaram perto de 58.000 empregos, com renda mensal estimada em R$ 3.000, aproximadamente 50% maior do que a renda média em Aracruz, por exemplo. Em média, essas empresas locais aumentaram suas vendas em 78% no primeiro ano após receberem sua certificação do Prodfor.
  • PQF Avançado (Programa de Qualificação de Fornecedores): inspirada pelo sucesso do Prodfor, a Fibria lançou o Programa de Qualificação de Fornecedores (PQF) Avançado para desenvolver fornecedores locais em Três Lagoas, em 2010. Por meio do Programa, 166 empresas foram certificadas, das quais 126 são atuais fornecedoras da Fibria.

A seguir apresentamos gráfico de evolução do número de fornecedores certificados no Prodfor e PQF:

  • I9 de Fornecedores: programa de empreendedorismo e inovação voltado para nossos fornecedores. Em 2017, seis fornecedores participaram do programa, com 258 ideias inovadoras geradas. O programa continuará se ampliando a funcionários de outros fornecedores em 2018, para que possamos capturar o maior número de sugestões de otimização dos processos Fibria através do olhar externo dos terceiros que atuam nele.
  • Homologação e Portfólio: critérios de avaliação para homologação da Fibria consideram aspectos como riscos socioambientais, direitos trabalhistas, alinhamento às nossas práticas de manejo florestal e respeito ao meio ambiente. Em 2017, foram aprovados no processo de homologação 440 fornecedores, sendo a base total composta por 939 fornecedores homologados.
  • Comissão de Contratação de Serviços: estabelece diretrizes e garante consistência na contratação de serviços permanentes considerados críticos pela Fibria. Em 2017, 19 processos passaram pelo registro da Comissão, representando R$ 279 milhões no ano.